728x90 AdSpace

Agora News
domingo, 29 de maio de 2016

A matéria que todo eletricista deveria saber, o efeito Joule



Olá Amigos Eletricistas e profissionais do segmento, no titulo da matéria "Todo Eletricista Deveria Saber" eu inicio com uma critica e justifico pois uma grande parte de nossos amigos eletricistas não conhecem o efeito Joule assim como outras teorias e fundamentos inerentes ao profissional e visto isso nos esforçamos a contribuir com nossos tutoriais, confira !

Antes de abordamos a definição do efeito Joule e de suma importância que o eletricista saiba em um que o desperdício de energia elétrica está diretamente ligado a este fenômeno denominado Joule, através principalmente de um subdimensionamento de cabos por intermédio de bitolas inferiores a potência exigida pelo circuito, em como emendas em excesso e mal feitas, conexões e outros fatores também estão associados.

Quando um condutor é aquecido ao ser percorrido por uma corrente elétrica, ocorre a transformação de energia elétrica em energia térmica. Este fenômeno é conhecido como Efeito Joule, em homenagem ao Físico Britânico James Prescott Joule (1818-1889).

Esse fenômeno ocorre devido o encontro dos elétrons da corrente elétrica com as partículas do condutor. Os elétrons sofrem colisões com átomos do condutor, parte da energia cinética (energia de movimento) do elétron é transferida para o átomo aumentando seu estado de agitação, consequentemente sua temperatura. Assim, a energia elétrica é transformada em energia térmica (calor).


Exemplos de onde acontece o Efeito Joule


A descoberta da relação entre eletricidade e calor trouxe ao homem vários benefícios. Muitos aparelhos que utilizamos no nosso dia-a-dia têm seus funcionamentos baseados no Efeito Joule, alguns exemplos são:

Lâmpada: um filamento de tungstênio no interior da lâmpada é aquecido com a passagem da corrente elétrica tornando-se incandescente, emitindo luz.

Chuveiro: um resistor aquece por Efeito Joule a água que o envolve.

São vários os aparelhos que possuem resistores e trabalham por Efeito Joule, como por exemplo, o secador de cabelo, o ferro elétrico e a torradeira.

Outra aplicação que utiliza esta teoria é a proteção de circuitos elétricos por fusíveis. Os fusíveis são dispositivos que têm com objetivo proteger circuitos elétricos de possíveis incêndios, explosões e outros acidentes. O fusível é percorrido pela corrente elétrica do circuito. Caso esta corrente tenha uma intensidade muito alta, a ponto de danificar o circuito, o calor gerado por ela derrete o filamento do fusível interrompendo o fornecimento de energia, protegendo o circuito.

Bom, dado a parte teórica do fundamento do efeito Joule estou deixando dois vídeos abaixo como um parte Prática-Instrutiva, o primeiro que é da Sil Cabos aborda o assunto na questão e efeito de dissipação do calor e o correto dimensionamento dos condutores através do efeito Joule, o segundo vídeo é uma experiência muito interessante tratando do efeito na forma visível e concreta, note a similaridade com uma lampâda halôgena, se gostou do tutorial deixe um comentário abaixo, pode ser critica, sugestão ou ELOGIOS, Boa Sorte !




Experiência de Efeito Joule





  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

3 comentários:

Item Reviewed: A matéria que todo eletricista deveria saber, o efeito Joule Rating: 5 Reviewed By: Mauricio Pagliaccio